terça-feira, novembro 9

Notícias do Paraná 3 - Crítica Jornal Diário dos Campos

Especial

Publicado em: 09/11/2010 - 06:00 | Atualizado em: 09/11/2010 - 21:36


Foto: Marco Antonio Favero

Teatro em estado puro; sem concessões

por Helcio Kovaleski


MONTAGEM Peça “Amargasalmas”, dos Ciclomáticos Companhia de Teatro, do Rio de Janeiro

Pelo segundo ano consecutivo, o teatro atingiu uma intensidade e um nível altíssimos no Fenata. Em 2009, isso se deu com “Por Que a Criança Cozinha na Polenta”, dirigido por Nelson Baskerville, pela Cia. Mungunzá, de São Paulo. Neste 38º Fenata, esse feito coube ao espetáculo “Amargasalmas”, dos Ciclomáticos Companhia de Teatro, do Rio de Janeiro (RJ). Não há palavra menor do que “magnífico” para descrever o trabalho escrito e dirigido por Ribamar Ribeiro – que já havia presenteado o público ponta-grossense, em 2007, com “Sobre Segredos & Mentiras”, um apanhado genial de textos de Nelson Rodrigues.

Em “Amargasalmas”, uma montagem que coloca em relevo o universo feminino naquilo que ele tem de misterioso, sublime, íntimo e até mesmo abjeto e sombrio, o axioma “menos é mais” assume uma proporção quase que definitiva. Pois que o cenário, constituído de cinco bancos (dois grandes, dois médios e um pequeno); os adereços (três argolas médias de madeira); e as quatro pernas de um tecido branco translúcido são suficientes para que o teatro preencha não menos que todos os espaços e se instale. Os bancos se transformam em tinas, espelho, cama e sala de parto; as argolas, em telas de bordado e metáforas do cíclico feminino; e as telas, cinema ao vivo. A música, que inclui Philip Glass, reconstrói um significado que atende de forma peremptória à encenação. E não há problema algum nisso. Quer melhor exemplo do que o que Stanley Kubrick fez com a canção “Singin’ in the Rain”, imortalizada no filme “Cantando na Chuva”, mas magnificamente reconstruída em “Laranja Mecânica”?

E o que falar do elenco? Cinco atrizes belíssimas, com suas presenças ao mesmo tempo envolventes, inteligentes, delicadas, fortes, de derreter o coração do espectador mais sisudo e mal-humorado. Um elenco, sem dúvida, brilhante. Em suma, o espaço cênico virou palco de embate entre o teatro e as forças da natureza.

“Amargasalmas” é teatro de fazer chorar, rir e refletir. Sem concessões. Pulsante, crescente, chocante, epifânico, surreal, expressionista, dramático até os estertores. Montagem dinâmica no sentido que Roberto Gill Camargo, um dos maiores nomes da semiótica teatral brasileira, dá ao conceito de “re-significações infinitas” e em que não aparece um “signo podre” sequer para embaçar o entendimento e a compreensão do espetáculo. Teatro forte, que toca no mais íntimo do coração e da mente do espectador, deixando-o perturbado durante muito tempo para que as epifanias do real se manifestem da forma mais sublime.

Isto é teatro, ponto. Muito obrigado, Ribamar. Muito obrigado, Ciclomáticos. Em algum lugar, Dionísio brinda o acontecimento de domingo (7) à noite com uma taça do melhor vinho.

Fonte: http://www.diariodoscampos.com.br/especial/noticias/35939/?noticia=teatro-em-estado-puro-sem-concessoes#

Notícias do Paraná 2 por Emmanuel Fornazari

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Universo feminino invade quarta noite do Fenata

Por Emmanuel Fornazari


Cinco atrizes traziam diferentes características das relações entre mulheres


O choro parecia vir do meio da plateia. O público correu os olhos e quando as luzes acenderam viu-se que era o começo de 'Amargasalmas'. Cinco mulheres tomavam o palco com banquinhos de madeira.

A poesia do texto era despejada pela voz, ao mesmo tempo, empossada, quanto suave. Eram diferentes perfis, mas todas mulheres. E em nenhum momento se sentiu a falta de um homem. Era a trama que envolvia o público.

“O feminino nem sempre é valorizado por todos. Muitas vezes apenas as mulheres se identificam. Porém, o espetáculo fez com que todos entrassem na história”, avalia o professor de Geografia, Edemar Rodrigues.

A musicalidade acompanha o espetáculo durante todo o tempo. As frases repetidas em ritmo, com todas falando ao mesmo tempo, provocavam música em sintonia. Os trajes de época traziam um caráter conservador, voltavam a um tempo em que as mulheres passavam parte vida se preparando para os maridos. Precisavam “estar prontas, eternamente prontas”.

A expressão era repetida com ênfase pela mandatária Astorga. A mais velha das quatro irmãs mantinha consigo um ar de tirana que encobria sentimentos escusos. Havia segredos e só Astorga sabia de todos eles.

O espetáculo propõe jogos psicológicos entre as personagens. Rebeca ironiza e caçoa a todas, principalmente Úrsula, a mais nova. Amélia, a cunhada intrusa, tenta se mostrar a mais sensata.

Enquanto Úrsula é a mais inocente e visionária. Porém, as três têm em comum os bordados. Precisam ser dotadas. Astorga impõe. Precisam estar eternamente prontas para os maridos que insistem em não voltar.

A quarta irmã não borda, não se comunica. Ela apenas sente as diferenças psicológicas e se alimenta do seu próprio desespero. “Queríamos justamente propor este sentimento na plateia. De que esta quarta irmã fosse diferente, provocasse inquietação. Ela não é mesmo igual a outras”, explicou o diretor, Ribamar Ribeiro, no debate após a apresentação.

Realmente ela não era igual às outras. Era a única que saía da casa. Não falava com as irmãs. Apenas sentia vibrações pesadas. Também pudera, a quarta irmã era a única viva dentro da casa.



Trajes foram usados para caracterizar conservadorismo

Pós-peça

Mais uma vez lotado – cerca de 600 pessoas do máximo de 700 – o Cine Teatro Ópera viu o público parabenizar a Companhia de Teatro Os Ciclomáticos do Rio de Janeiro, por ‘Amargasalmas’.

O professor de Artes, Mauro Souza, destacou a “dramatização e a postura de palco das atrizes”. Também professora de Artes, Jamile Souza destacou a importância da cultura para a sociedade.

“Eu acho a arte fundamental, faz parte da vida. Festivais como o Fenata que privilegiam a arte deveriam ser mais divulgados”.

Encenando Úrsula, a atriz, Fernanda Dias, ficou encantada com o número de pessoas que acompanharam a peça. Para ela, o Fenata mostra o potencial de Ponta Grossa na área de cultura.

“Não se pode dizer que Ponta Grossa é pequena, é uma cidade grande. É grande por causa da vontade de fazer o teatro acontecer. Nós, artistas, sabemos que não temos oportunidade de nos apresentar em todos os lugares. Quando uma cidade se propõe a fazer um evento deste tamanho, o festival faz a cidade ser um cidade grande, nunca uma cidade pequena”.

Segundo os atores, no Rio de Janeiro, cidade capital, “há apenas um festival e muito ruim”. O grupo Os Ciclomáticos já foi premiado em outra passagem pelo Fenata. Em 2007, arrebataram 14 prêmios na categoria adulto com o espetáculo 'Sobre Mentiras e Segredos'.

Nesta segunda-feira, o Cine Teatro Ópera recebe em seu Auditório A o monólogo Sintoma. A apresentação começa às 20h30, mas recomenda-se chegar com antecedência. Ingressos a R$6 com direito a meia entrada.

Fotos: Josué Teixeira

Fonte: http://einformacao.blogspot.com/2010/11/universo-feminino-invade-quarta-noite.html

domingo, outubro 31

Notícias do Paraná

amargasalmas, único espetáculo da cidade do Rio de Janeiro no FENATA.


FENATA 2010 - FESTIVAL MOVIMENTA TEMPORADA TEATRAL EM PONTA GROSSA
29/10/2010 - 00:00 AM

Ponta Grossa deverá viver uma temporada teatral das mais movimentadas, a partir de quinta-feira próxima, dia 4, dentro da trajetória ininterrupta do “Festival Nacional de Teatro (Fenata)”. Em sua trigésima oitava edição, cujas seis mostras em sua programação se estendem até dia 11 de novembro, o festival promovido pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), através da Proex – Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais – DAC – Divisão de Assuntos Culturais / Seção de Difusão Cultural, apresenta 25 espetáculos de 22 grupos teatrais procedentes de seis estados brasileiros, nas categorias ‘adulto’, ‘para crianças’, ‘teatro de rua’ e de ‘bonecos e animação’ (para adultos e crianças).
Além dessas mostras competitivas (adulto e para crianças) e não concorrentes (espetáculos de rua e de bonecos e animação), o ‘38º Fenata’ conta também com diversas apresentações pelas mostras ‘paralela’ e ‘especial’, que ocupam vários espaços em auditórios alternativos, escolas, igreja e shopping, bem como entidades assistenciais, CMEI’s (centros municipais de educação infantil) e outras instituições de Ponta Grossa, Palmeira e Carambeí. Com públicos que alcançaram mais de 20 mil pessoas em 2009, o ‘Fenata 2010’ poderá bater novo recorde em plateias, segundo prevê Cláudio Jorge Guimarães, coordenador geral do evento. “O festival cresce ano após ano em todos os sentidos, despertando cada vez mais interesse pelo Brasil afora, haja visto a participação em número de grupos inscritos nesta edição, que recebeu 120 inscrições de 12 estados da federação, representando diversas localidades de norte a sul do país”, registra Guimarães.
PARCERIAS E APOIOS
Com projeção em nível nacional, desde novembro de 1973, a realização da UEPG /Proex-DAC / Fundação de Apoio à UEPG (Fauepg) conta com parcerias através de patrocinadores, que também fazem parte deste espetáculo: Ministério da Cultura / Lei de Incentivo à Cultura, CCR RodoNorte, Caixa Econômica Federal, Tratornew / New Holland – Tratorcase – Magparaná S/A, Colégio Sepam, Lojas MM-Mercadomóveis, CVL Automóveis – Comércio de Veículos Ltda., Winner Chemical e TransPrimo – Transportadora Primo. Ainda como parcerias que somam forças em sua promoção, a comissão organizadora do festival registra as presenças da Prefeitura de Ponta Grossa / Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Colégio Marista Pio XII, SESC-Paraná / Sistema Fecomércio e prefeituras municipais de Carambeí e Palmeira; assim como apoios da TV Educativa de Ponta Grossa, RPC TV-Rede Paranaense de Comunicação-Ponta Grossa, TVM Canal 14, Ideia Três Arquitetura de Negócios e Viação Campos Gerais. Confira a seguir as peças da ‘mostra competitiva adulto’, com as sinopses de cada espetáculo em sessões às 20h30, no Cine-Teatro Ópera. A programação das outras mostras, bem como da mostra adulto (horários, locais, grupos, classificação, autores e diretores), poderão também ser conferidas abaixo.



AMARGASALMAS - GRUPO OS CICLOMÁTICOS COMPANHIA DE TEATRO - RIO DE JANEIRO - RJ

7/11 (domingo)
20h30 – Espetáculo Adulto
Peça: AMARGASALMAS

Quatro mulheres a bordar

Drama envolvente escrito e dirigido por Ribamar Ribeiro, “amargasalmas” – como escreve seu autor - ou “AmargasAlmas” tem sua encenação ‘recheada de surpresas’, mantendo a atenção da plateia do princípio ao fim. O espetáculo da trupe carioca, “Os Ciclomáticos Cia de Teatro”, trata o universo feminino, com todas as suas dores e sensações, de forma sutil e inebriante, através de um jogo cênico em que a troca de papéis e as “brincadeiras”, em meio às cinco personagens femininas, tornam-se reveladoras. Ao longo da ação da peça, quatro mulheres sempre a bordar -quatro irmãs. Uma casa onde a espera e a aspereza são o mote na relação entre elas. Segredos entrelaçados. Um jogo de poder, onde Úrsula, a irmã mais jovem, passa por humilhações e maldades, principalmente, por parte de Astorga, a irmã mais velha. Esta, por sua vez, possui segredos que farão com que a realidade entre elas se destrua repentinamente. Só uma estranha que está na casa pode trazer as respostas. O que é real? O que é ilusão? Que segredo é esse?
Na proposta de montagem do grupo, a direção traz a leveza e a dureza dessas cinco mulheres através de marcas bem definidas, cenas onde o feminino, o materno e a beleza são acentuados. A sonoplastia também acompanha a força da cena, entrando como uma personagem a mais, sendo colocada tanto como interventora da cena, como dando “tom” ao momento. Os figurinos também se interligam com essas mulheres, que buscam na beleza as suas respostas. Com um cenário composto por bancos, como objeto que se transformam pela encenação, ‘amargasalmas’ se mostra feminino e forte, denso e forte: cinco mulheres, destinos cruzados. O espetáculo dos ‘Ciclomáticos’ conta com o desempenho das atrizes Carla Merirelles (Astorga), Fabíola Rodrigues (Miriam / Antonia), Fernanda Dias (Úrsula), Juliana Santos (Amélia) e Nívea Nascimento (Rebeca).

Fonte: http://www.tibagi.uepg.br/uepgnoticias/noticia.asp?Page=8968

terça-feira, outubro 12

Informações sobre o Teste para o espetáculo Sobre Mentiras e Segredos



OS CICLOMÁTICOS COMPANHIA DE TEATRO, com sede na cidade do Rio de Janeiro, realizará teste para ator do sexo masculino (substituição) para o espetáculo SOBRE MENTIRAS E SEGREDOS. Os interessados deverão:

- Ter entre 18 e 35 anos;

- Possuir DRT;

- Ter total disponibilidade aos finais de semana para ensaios, reuniões, workshops etc;

- Ter disponibilidade para viagens longas e curtas e para temporadas.

Os interessados deverão enviar para o email osciclomaticos@osciclomaticos.com.br ATÉ O DIA 31 DE OUTUBRO:

- Currículo completo;

- 2 (duas) fotos, uma de rosto e outra de corpo inteiro;

- Breve carta descrevendo seu interesse em trabalhar com Os Ciclomáticos, suas experiências com teatro de grupo etc.

Os candidatos pré-selecionados através de análise do material enviado serão convidados a participar do teste, quando receberão, por email, o texto para a (s) personagem (ns) pretendida (s).

Dúvidas entrar em contato pelo email acima.

OS CICLOMÁTICOS COMPANHIA DE TEATRO

Rio de Janeiro – RJ

www.osciclomaticos.blogspot.com

Trechos do espetáculo Sobre Mentiras e Segredos no Youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=EWEuEMD53UQ

Em breve Os Ciclomáticos - Repertório 15 anos no Teatro Maria Clara Machado - Planetário - Gávea.

quarta-feira, outubro 6

amargasalmas - texto e direção: Ribamar Ribeiro

amargasalmas no 38º FENATA - Festival Nacional de Teatro de Ponta Grossa



Os Ciclomáticos Companhia de Teatro retornam ao FENATA. A Companhia entrou para a história do FENATA depois de passar com o espetáculo Sobre Mentiras e Segredos e receber 14 prêmios na categoria adulta e prêmios e indicações com o infantil Antes que o Galo Cante, sendo em todas as ediçoes do festival a Companhia com maior número de prêmios e indicaçãoes até hoje.

Retornando a Ponta Grossa com um dos espetáculos mais importantes da Companhia: amargasalmas (que possui mais de 40 prêmios em todo o Brasil. A paresentação será dia 7 de novembro. A Companhia representará o Rio de Janeiro como único selecionado do Estado na categoria adulta. Aguardamos vocês!




FENATA MOVIMENTA A VIDA CULTURAL DE PONTA GROSSA
DO SITE DA UEPG
05/10/2010

Vinte e dois grupos teatrais procedentes de 15 cidades brasileiras, representando seis estados do país, deverão confirmar participação na trigésima oitava edição do “Festival Nacional de Teatro (Fenata)”, impreterivelmente, até quarta-feira próxima, dia 6, conforme anuncia a coordenação do evento. Das 120 inscrições de grupos provenientes do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Ceará e do Paraná, número recorde em número de trupes inscritas em relação à edição 2009 do festival, a comissão de seleção do ‘Fenata 2010’ – constituída por Antonio José do Valle, diretor de teatro e produtor cultural em São Paulo capital; e Cláudio Mendel, ator e diretor teatral em São José dos Campos (SP) – classificou 25 espetáculos para as mostras competitivas ‘adulto’ e ‘para crianças’, bem como para as mostras nas categorias ‘bonecos e animação’ e ‘teatro de rua’ (não competitivas), que representam a participação de 22 grupos em oito dias de programação em espaços culturais e alternativos da cidade de Ponta Grossa (PR).

O festival promovido pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), através da Divisão de Assuntos Culturais (DAC) – Proex - Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais, acontece de 4 a 11 de novembro próximo, sob a chancela do Ministério da Cultura / Lei de Incentivo à Cultura, Caixa Econômica Federal, Concessionária RodoNorte – Grupo CCR, Tratornew / New Holland, CVL – Comércio de Veículos Ltda., Colégio Sepam, Grupo MM – Mercadomóveis e Winner Chemical. Para a realização do evento, ainda, a UEPG / Proex-DAC conta com parcerias da Prefeitura de Ponta Grossa / Secretaria de Cultura e Turismo, Colégio Marista Pio XII, SESC-Ponta Grossa e prefeituras de Carambeí e Palmeira; e apoios da VCG – Viação Campos Gerais, TV Educativa de Ponta Grossa, TVM Canal 14 (a cabo), Idéia Três Arquitetura de Negócios e revista D’Pontaponta.

Para a mostra na categoria ‘adulto’, a mais concorrida do festival, sete espetáculos foram selecionados, garantindo a presença de trupes inscritas por quatro estados brasileiros, com sessões no Cine-Teatro Ópera. De Tatuí (SP), a ‘Cia. de Teatro do Conservatório’ deverá se apresentar com a montagem “Rosa de Cabriúna”; enquanto gaúchos do grupo ‘Farsa’ (Porto Alegre) lograram classificação com a peça “O Avarento”. ‘Os Ciclomáticos Companhia de Teatro’, da cidade do Rio de Janeiro, terão espaço para se exibirem com o espetáculo “Amargasalmas”. Da cidade de São José do Rio Preto (SP), a montagem “Rastro Atrás” vai marcar a apresentação da ‘Cooperativa Arquetípica de Teatro’. Com a peça “As Criadas”, os mineiros da ‘Cia. Teatral Confraria Tambor’ (Uberlândia) asseguraram sua classificação no festival. Outro espetáculo paulista, mas procedente da capital, garante sua participação no festival, através do grupo ‘Folias’, em “Medida por Medida”. Da Grande São Paulo, mais uma vez, a montagem “Cachorro Morto” deverá assinalar a exibição da ‘Cia. Hiato’.

Fonte: site UEPG




Assista trechos do espetáculo no youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=t7TrOh8xUmI

quinta-feira, setembro 16

Genet - Os Anjos devem morrer no IX Encontrarte - Encontro de Artes Cênicas da Baixada Fluminense



Mais uma vez tem Ciclomáticos no ENCONTRARTE. Nossa história se confunde com a história deste grande evento. Começamos a participar com amargasalmas em 2005, depois foi A Corrente de Eléia em 2006, 2007 - Sobre Mentiras e Segredos, depois Super Coffin ou sonho de uma noite de velório em 2008, em 2009 Antes que o Galo Cante e em 2010 Genet - Os Anjos devem morrer, o mais novo trabalho da Companhia. A apresentação será no SESC Nova Iguaçu e já existe uma grande expectativa. Eespetáculo com 9 prêmios no Festival da FETAERJ, incluindo melhor espetáculo.



Os Ciclomáticos estão sempre em busca de um aprofundamento da linguagem narrativa e iniciou uma pesquisa com o estudo de autores, encabeçada pelo diretor Ribamar Ribeiro, o que gerou o desenvolvimento da Trilogia dos Indesejáveis. Na primeira fase da trilogia iniciou-se um estudo sobre a obra de Nelson Rodrigues, em que foi desenvolvida a montagem de “Sobre Mentiras e Segredos” (que ganhou mais de 60 prêmios em todo o Brasil). Já a segunda fase do projeto traz o estudo sobre Jean Genet, que resultou na montagem de “Genet - Os Anjos Devem Morrer”, atualmente em cartaz. E para finalizar este ciclo, futuramente os Ciclomáticos mergulharão na obra de Plínio Marcos, que promete mais uma montagem emocionante para os palcos.

O espetáculo é patrocinado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através do Edital de Cultura 2008 promovido pela Secretaria de Estado de Cultura do Rio, e faz parte do Projeto de Circulação Os Ciclomáticos – 13 anos de vivência, contemplado com o Prêmio Myriam Muniz 2009.

Sinopse

Com um cabaré-teatro decadente como cenário, o espetáculo conta a história de Madame, Divina, Mignon, Mimosa III, Nossa Senhora das Flores e Genet. Tudo isso envolto em muito suspense sórdido, em que todos querem ser Madame. Madame não tem sexo, Madame não tem cor, Madame não tem idade. Todos são como anjos. E os anjos devem morrer. O enredo traz uma trama biográfica ficcional sobre o universo de Jean Genet, pela visão do diretor e dramaturgo Ribamar Ribeiro. Aguardamos vocês. Entrada Franca! Até breve!



SERVIÇO:
Genet - Os Anjos devem morrer
SESC Nova Iguaçu
Endereço: Rua Dom Adriano Hipólito, 10 - Moquetá
Data: 22/09/2010
Horário: 20h
18 anos


ENTRADA FRANCA - Chegar com meia hora de antecedência

quarta-feira, setembro 15

Minha alma é nada depois dessa história recebe o Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na Rua


Foram contemplados, com prêmios de até R$ 50 mil, 63 projetos artísticos que buscam, nas apresentações de rua, um novo significado para o conceito de espaço público. O processo seletivo foi aberto a propostas de montagem ou circulação de espetáculos, performances cênicas e intervenções urbanas. Os proponentes puderam desenvolver ainda projetos que viabilizassem o registro de suas atividades ou a preservação de sua memória. Puderam participar do concurso associações, cooperativas, companhias, empresas, grupos, coletivos, trupes ou artistas independentes.

A Comissão de Seleção foi composta por: Xisto José Pinto Costa, Valéria Maria Silton Pinheiro, José Nuñez Garcia, Vitor Hugo Samudio Delasierra Britez e Wladilene de Souza Lima.




Mais de 840 projetos de todo o Brasil, apenas 3 contemplados do estado do Rio de Janeiro e estamos entre eles. Agora estaremos em breve na estrada, assim como no Prêmio Myriam Muniz onde percorremos por 4 cidades o Projeto Os Ciclomáticos - 13 anos de viência.



Em breve o espetáculo Minha alma é nada depois dessa história passará pelas seguintes localidades do Rio de Janeiro:

Irajá
Carmo
Volta Redonda
Miracema

Mais informações em breve! Valeu Ciclomáticos!!!!!

quinta-feira, agosto 12

Antes que o Galo Cante no SESC Nova Iguaçu no dia 7 de setembro


Antes que o Galo cante se apresentará no SESC Nova Iguaçu no dia 7 de setembro. Não percam!

Sobre Mentiras e Segredos no 17º Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo se apresenta no dia 11 de setembro



A Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC) recebeu até 29 de janeiro de 2010 inscrições para um dos mais importantes festivais de teatro do Brasil. O 17º Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo. O evento será realizado de 07 a 16 de maio de 2010, abrangendo espetáculos adultos, infanto-juvenis, de rua e animação, sem caráter competitivo, com apresentações gratuitas em espaços oficiais e alternativos em vários pontos da cidade.

Considerado um dos mais importantes festivais de teatro do Brasil, o Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo chega a 17ª edição com uma programação variada. O evento, marcado para o período de 07 a 16 de maio de 2010, vai oferecer espetáculos adultos, infanto-juvenis, de rua e animação, sem caráter competitivo, com apresentações gratuitas em espaços oficiais e alternativos em vários pontos da cidade.

A programação do 17º Floripa Teatro inclui apresentações nos teatros Álvaro de Carvalho, Governador Pedro Ivo e União Beneficente Recreativa Operária (UBRO), e também em locais alternativos (lonas, escolas, praças e centros comunitários).

Em 2009, o Floripa Teatro contou com a participação de 32 grupos de sete estados brasileiros, atraindo cerca de 40 mil espectadores. A grade de programação montada foi a maior da história do festival, totalizando 138 apresentações teatrais em 13 espaços da cidade.

O Festival Isnard Azevedo tem como objetivo apresentar um panorama do teatro brasileiro contemporâneo através de espetáculos com diferentes linguagens. O evento visa ainda fortalecer a troca de experiências entre os participantes, incentivar o aprimoramento profissional e as iniciativas de teatro de grupo, além de apoiar a circulação das companhias teatrais pelo Brasil, contribuindo para a formação de platéias.

Divulgada lista de selecionados para o 17º Floripa Teatro

A Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC) definiu os espetáculos que vão integrar a programação do 17º Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo. Com recorde histórico de inscrições em relação às edições anteriores, a mostra contará com 36 grupos teatrais de oito estados do Brasil, que vão se apresentar na cidade no período de 10 a 19 de setembro. “A ideia é respeitar a geografia do município para levar a linguagem teatral a diferentes comunidades, especialmente aquelas que têm pouco ou nenhum acesso aos teatros”, ressalta o Superintendente Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

O 17º Floripa Teatro recebeu 314 inscrições de companhias de todo o Brasil e também de Portugal e do Uruguai. A seleção dos participantes levou em consideração a relevância artística dos grupos; diversidade de linguagem e originalidade das propostas; excelência artística da obra; e disponibilidade das trupes na programação. Previsto inicialmente para maio, o evento mudou para setembro a fim de viabilizar o aporte financeiro de patrocínios privados e garantir os prazos licitatórios necessários à infraestutura do festival.

Ao todo, foram selecionadas 16 peças teatrais adultas e quatro infantis, além de três espetáculos de animação, três para lona e 10 propostas para teatro de rua, categorias que também oferecem atrações para as crianças. Os participantes terão à disposição os palcos dos teatros Álvaro de Carvalho, Governador Pedro Ivo e União Beneficente Recreativa Operária (UBRO), além de lonas e espaços alternativos em diferentes regiões da cidade.

Na programação do 17º Festival Isnard Azevedo destacam-se com maior número de grupos participantes os estados de São Paulo (14), Santa Catarina (7) e Rio de Janeiro (6). Na sequência vem o Rio Grande do Sul (3), seguido do Paraná (2), Goiás (2), Mato Grosso do Sul (1) e Rio Grande do Norte (1). “A qualidade dos trabalhos propostos é tão boa que poderíamos fazer outro festival de altíssimo nível somente com os espetáculos que ficaram na suplência”, comemora Sulanger Bavaresco, coordenadora geral do evento.

Espetáculos selecionados

São Paulo

*A fabulosa viagem de Duda e Lola em busca da irmã perdida ou... Cadê Kika?
(Caixa de Histórias / São dos Campos –SP)
*Ana-me (Teatro de Senhoritas / São Paulo–SP)
* As Troianas – vozes de guerra (Núcleo Experimental / São Paulo–SP)
* Borboletas de sol de asas magoadas (Evelyn Ligocki / São Paulo–SP)
* De onde vem o verão (Núcleo de Estética Teatral Popular / São Paulo–SP)
* Deus no divã (Produtora Porto Nikolic / São Paulo–SP)
* Histórias de chuva (Teatro da Gioconda / São Paulo–SP)
* Histórias de chuva – gênese (Teatro da Gioconda / São Paulo–SP)
* Números (Os Geraldos / Campinas–SP)
* Om co tô? Quem co sô? Prom co vô? (Circo Navegador / São Sebastião–SP)
* Porongo Vaudeville (The Pampazos Bros / São Paulo–SP)
* Sintoma (Cia Silvana Abreu / São Paulo–SP)
* Réquiem (Teatro Cia Lazzo / São Paulo–SP)
*Música para brincadeira de roda (Travessia Cultural / Jacareí–SP)

Santa Catarina

* Amor por Anexins (Dionisios Teatro / Joinville–SC)
* A ponto de partir (Dearaque Companhia de Experimentos Artísticos / Fpolis–SC)
* Bom apetite (Cia Pé de Vento Teatro / Fpolis–SC)
* O grande invento - Carrocinha Cultural (Turma do Papum / Fpolis–SC)
* Caminho da roça (Trupe Popular Parrua / Fpolis–SC)
* Seo Maneca (Geraldo Cunha / Fpolis–SC)
* Só serei flor quando tu flores (Cia Cênica Espiral / São José–SC)

Rio de Janeiro

* O Santo Inquérito (JR Mac Niven Produções / Rio de Janeiro–RJ)
*Os fabulosos (Grupo Os Fabulosos / Rio de Janeiro–RJ)
*Sobre mentiras e segredos (Os Ciclomáticos Companhia de Teatro / RJ–RJ)
* Café Pequeno da Silva e Psiu (Grupo Off-Sina / Rio de Janeiro–RJ)
* Mau humor (O Grelo Falante / Rio de Janeiro–RJ)
* Carroça dos sonhos (Creche na Coxia / Cabo Frio–RJ)

Rio Grande do Sul

* O avarento (Grupo Farsa / Porto Alegre–RS)
* O dilema do paciente ( Grupo Teatral Manjericão / Porto Alegre–RS)
* A salamanca do jarau (Cia de Teatro Lumbra-Clube da Sombra / POA–RS)

Paraná

* Arlequim príncipe
(Arte da Comédia – Associação Artística Cultural Pedagógica / Curitiba–PR)
* Estórias brincantes de muitas mainhas (Cia do Abração / Curitiba–PR)

Goiás

* Balada de um palhaço (Grupo de Teatro Arte &Fatos / Goiânia–GO)
*O cabra que matou as cabras (Cia Teatro Nu Escuro / Goiânia–GO)

Mato Grosso do Sul

* Encruzilhada – o último cabaré
(Circo do Mato – Grupo de Artes Cênicas / Campo Grande–MS)

Rio Grande do Norte

* A peleja do amor no coração de Severino do Mossoró
(O Pessoal do Tarará / Mossoró–RN)

Consummatum est no 4º Festival Nacional de Teatro de Juiz de Fora se apresenta no dia 04 de setembro




FUNALFA DIVULGA SELECIONADOS PARA MOSTRA COMPETITIVA

(Juiz de Fora, 30.07.2010) Quatorze espetáculos foram selecionados para a mostra competitiva do 4º Festival Nacional de Teatro de Juiz de Fora, que será realizado entre os dias 30 de agosto e 7 de setembro.



Na edição deste ano, o público poderá conferir três peças infantis, oito adultas e três de rua. Ao todo, foram recebidas 57 inscrições de 21 cidades em sete estados brasileiros, sendo que oito já tinham sido propostas na edição do festival do ano passado, que foi suspensa, conforme orientação do Comitê de Enfrentamento da Influenza A (H1N1).

Promovido pela Funalfa, o festival vai entregar 11 troféus para a categoria infantil e igual número para a categoria adulto (que inclui espetáculos de rua). Serão premiados os melhores nos seguintes itens: espetáculo, direção, ator, atriz, ator coadjuvante, atriz coadjuvante, cenário, figurino, iluminação, trilha sonora e júri popular. Haverá, ainda, o Prêmio Destaque, individual ou coletivo, para o grupo ou artista com maior destaque.

Os espetáculos da mostra competitiva serão apresentados em teatros e praças de Juiz de Fora e os ingressos serão trocados por livros. A programação do 4º Festival Nacional de Teatro de Juiz de Fora inclui, ainda, oficinas, baile de máscaras, exposição, mostra paralela com grupos convidados, além de dois espetáculos nacionais, que farão a abertura e o encerramento do festival.



Consummatum est, espetáculo da Companhia que em 2010 faz 10 anos de carreira.

Espetáculos selecionados:

Consummatum Est - Os Ciclomáticos Cia de Teatro - Adulto - Rio de Janeiro (RJ)04/09
Coisas de Menino-Boneco - Cia. Clara Teatral - Infantil (animação)- Mogi das Cruzes (SP)
A Festa - Grupo Arte Simples de Teatro ? Infantil (comédia) - São Paulo (SP)
A Fabulosa Viagem de Duda e Lola em Busca da Irmã Perdida ou... Cadê Kika - Grupo Caixa de Histórias - Infantil (Aventura) - São José dos Campos (SP)
As Mulheres da Rua 23 - Cia. De Teatro Autoral - Adulto (comédia) - Rio de Janeiro (RJ)
Lugares para Botar o Nariz - Cia. Frita - Espetáculo de Rua (Palhaçaria)- Rio de Janeiro (RJ)
As Criadas? - Cia. Teatral Confraria Tambor - Adulto (drama) - Uberlândia (MG)
Precisa-se de um Mané - La Cascata Cia. Cômica - Espetáculo de Rua (comédia) - São José dos Campos (SP)
Spirulina em Spathódea - NaCompanhia Dos Anjos - Adulto (comédia) - São Paulo (SP)
Pétalos de Sangre Margarita Belén - Ogawa Butoh Center - Adulto (dança/teatro)- São Paulo (SP)
Números - Os Geraldos - Adulto (comédia) - Campinas (SP)
A Comédia da Esposa Muda - Parafornalha Coletivo de Criadores - Espetáculo de Rua (comédia) - São Paulo (SP)
O Beijo - Teatro de Breque - Adulto (comédia romântica) - Curitiba (PR)
Gaiola, o Caçador de Solidão - Cia. Távola de Teatro - Adulto (drama)- Lauro de Freitas (BA)

Os Ciclomáticos iniciam o Projeto Os Ciclomáticos - 13 anos de vivência contemplado com o Prêmio Miryam Muniz - FUNARTE - PETROBRÁS




Sobre Mentiras e Segredos


Antes que o Galo Cante


Genet - Os Anjos devem morrer

Os Ciclomáticos Companhia de Teatro estão com pé na estrada. Depois da grande estreia nacional no Teatro Nelson Rodrigues - Centro Cultural da Caixa do espetáculo Genet Os Anjos devem morrer e com 9 prêmios no 32º Festival de Teatro da FETAERJ, os artistas da Companhia estão viajando com o Projeto - Os Ciclomáticos 13 anos de vivência contemplado com o prêmio Myriam Muniz da FUNARTE. Esta turnê passará por 4 cidades brasileiras levando a Exposição - Os Ciclomáticos 13 anos de vivência (com croques e figurinos, maquetes de cenários, fotografias de espetáculos), 3 espetáculos que fazem parte do repertório: Sobre Mantiras e Segredos, Antes que o galo Cante e Genet-Os anjos devem morrer e Profissionalização artística: Oficina O ator autoral e seu corpo com Ribamar Ribeiro.

Agenda da Companhia em agosto:

Cidade: Paty do Alferes - Aldeia de Arcozelo - RJ
6 - Sobre Mentiras e Segredos - 21h
7- Genet- Os Anjos devem morrer - 21h (Oficina O Ator Autoral e seu corpo - 10h às 13h)
8- Antes que o Galo cante - 15h

Cidade: Carmo - Centro Cultural de Carmo - RJ
13 - Antes que o Galo cante - 15h
14 - Sobre Mentiras e Segredos - 21h(Oficina O Ator Autoral e seu corpo - 13h às 16h)
15- Genet- Os Anjos devem morrer - 20h

Cidade: Araguari - Teatro Odette Machado Alamy
20 - Sobre Mentiras e Segredos - 20h
21 - Genet- Os Anjos devem morrer - 20h (Oficina O Ator Autoral e seu corpo)
22- Antes que o Galo cante - 16h e 19h

Cidade: Guaçui - Teatro Municipal Fernando Torres
27 - Sobre Mentiras e Segredos - 20h
28 - Genet- Os Anjos devem morrer - 20h (Oficina O Ator Autoral e seu corpo - 10 às 13h)
29 - Antes que o Galo cante - 16h

quarta-feira, agosto 4

Genet - Os Anjos devem morrer um dos vencedores do 32º Festival de Teatro da FETAERJ


O festival da FETAERJ 2010 foi ótimo. Com programações variadas e Genet - Os Anjos devem morrer com 9 prêmios e mais indicações:



Prêmios:
Destaque de Melhor Espetáculo - Juri Oficial
Destaque de Melhor Espetáculo - Júri do Movimento
Destaque de Direção - Ribamar Ribeiro
Destaque de Atriz - Carla Meirelles
Destaque de Ator - Getulio Nascimento
Dstaque de Ator Coadjuvante - Mauro Carvalho
Destaque de Texto Original - Ribamar Ribeiro
Destaque de Trabalho Corporal - Ribamar Ribeiro
Destaque de Maquiagem - André Vital



Indicações:
Destaque de Ator - Renato Neves
Destaque de Cenografia - Cachalote Mattos e Ribamar Ribeiro
Destaque de Sonoplastia - Ribamar Ribeiro



fetaerj prêmio paschoalino 2010

quarta-feira, junho 23

Entrevista com Ribamar Ribeiro na 6ª Mostra Nacional de Uberlândia

Estreia de Genet - Os Anjos devem morrer no Teatro Nelson Rodrigues



Os Ciclomáticos trazem À CAIXA Cultural Rio de Janeiro: Genet – Os Anjos Devem Morrer

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, nos dias 2,3 e 4 de julho de 2010, a peça “Genet -Os Anjos Devem Morrer”. O espetáculo é a segunda parte da Trilogia dos Indesejáveis,criada pelos Ciclomáticos Companhia de Teatro, e tem a proposta de fazer uma grande homenagem ao teatro, através do universo conturbado do dramaturgo francês, Jean Genet.



Os Ciclomáticos estão sempre em busca de um aprofundamento da linguagem narrativa e iniciou uma pesquisa através do estudo de autores, encabeçada pelo diretor Ribamar Ribeiro, o que gerou o desenvolvimento da Trilogia dos Indesejáveis. Na primeira fase da trilogia iniciou-se um estudo sobre a obra de Nelson Rodrigues, em que foi desenvolvida a montagem de “Sobre Mentiras e Segredos” (que ganhou mais de 60 prêmios em todo o Brasil). Já a segunda fase do projeto traz o estudo sobre a obra de Jean Genet, que resultou na montagem de “Genet -Os Anjos Devem Morrer”, atualmente em cartaz. E para finalizar este ciclo, futuramente Os Ciclomáticos mergulharão na obra de Plínio Marcos, que promete mais uma montagem emocionante para os palcos.



O espetáculo é patrocinado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através do Edital de Cultura 2008 promovido pela Secretaria de Estado de Cultura do Governo do Estado do Rio de Janeiro, e faz parte do Projeto de Circulação Os Ciclomáticos – 13 anos de vivência contemplado com o Prêmio Myriam Muniz 2009.



Sinopse

Com um cabaré-teatro decadente comocenário, o espetáculo conta a história de Madame, Divina, Mignon, Mimosa III,Nossa Senhora das Flores e Genet. Tudo isso envolto em muito suspense sórdido,em que todos querem ser Madame. Madame não tem sexo, Madame não tem cor, Madamenão tem idade. Todos são como anjos. E os anjos devem morrer. O enredo traz umatrama biográfica ficcional sobre o universo de Jean Genet, pela visão dodiretor e dramaturgo Ribamar Ribeiro.


Os Ciclomáticos Companhia de Teatro

Os Ciclomáticos Companhia de Teatroé uma associação cultural, cujo principal objetivo é a discussão, pesquisa,difusão e montagem de espetáculos teatrais, com sede na cidade do Rio deJaneiro, fundado em 06 de setembro de 1996. Filiado a FETAERJ (Federação deTeatro Associativo do Estado do Rio de Janeiro) e a AGC - Associação de Grupose Companhias de Teatro do Rio de Janeiro, o grupo é formado por profissionaisde diversas áreas, como atores, diretores, dramaturgos, cenógrafos,figurinistas, iluminadores e maquiadores.


A Companhia desenvolve uma linguagem própria, através da dramaturgia cênica, revisitando autores de expressão mundial, tais como, Federico Garcia Lorca, Sófocles, Jorge Amado, Nelson Rodrigues entre outros. Hoje a Companhia possui 9 espetáculos em repertório e é detentora de mais de 200 prêmios em Festivais de Teatro de todo o Brasil.



Elenco:

Carla Meirelles – Divina /Genet

Getulio Nascimento – NossaSenhora das Flores / Genet

Julio Cesar Ferreira - Mignon /Genet

Mauro Carvalho – Mimosa III /Genet

Renato Neves – Madame / Genet

Ficha Técnica:

Autoria e Direção: Ribamar Ribeiro

Assistente de Direção: FabiolaRodrigues e Renato Neves

Dramaturgia e Pesquisa: RibamarRibeiro

Indumentária, Visagismo e Adereços:André Vital

Aderecista: Nívea Nascimento

Costureiras: Aldacy Souza e Silva eClaudinéia

Cenografia: Cachalote Mattos eRibamar Ribeiro

Assistente de Cenografia: Julio CesarFerreira

Cenotécnico: Martins

Iluminação: Mauro Carvalho

Contra-regras: Fernanda Dias e NíveaNascimento

Operação de Som: Ribamar Ribeiro

Fotografia: Henrique Moreno, JulianaSantos, Nivea Nascimento e Renato Neves

Programação Visual: Fernando Alves

Ficha Técnica

Filmagem: DV Doc Filmes

Edição de som e gravação: Tiago da Silveira

Pesquisa Musical e Sonoplastia:Ribamar Ribeiro

Preparação Corporal: Evelyn Lima e Ribamar Ribeiro

Coreografia: Evelyn Lima

Preparação Vocal: Fabricio Ramos e Karina Ôchoa

Direção de produção: Renato Neves e Ribamar Ribeiro

Assistente de Produção: Nívea Nascimento

Realização e Produção: OsCiclomáticos Companhia de Teatro



Serviço

Espetáculo “Genet -Os Anjos Devem Morrer”

Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro –Teatro Nelson Rodrigues

Endereço: AvenidaChile, 230 – Anexo Centro (metrô Carioca).

Data: 2,3 e 4 de julho de 2010

Horário: 19:30h

Informações: (21) 2262-8152

Classificação: 18 anos

Duração: 90 minutos

Ingressos: 10,00 (inteira)- 5,00 (meia)

Lotação do teatro: 388 lugares, sendo dois reservados para portadores de necessidades especiais

Funcionamentoda Bilheteria: de terça-feira a domingo, de 13h às 20h



Assessoria de Imprensa

CAIXA Cultural Rio de Janeiro

(21) 2202 3086 / (21) 9262 3095

cultura.rj@caixa.gov.br

www.caixa.gov.br/caixacultural

segunda-feira, maio 3

Sucesso da apresentação de Minha alma é nada depois dessa história em Campos dos Goytacazes






O espetáculo foi apresentado no I Festival de Teatro Aberto de Campos com o intuito de fomentar diversos espaços cênicos. Minha alma é nada depois dessa história é a primeira incursão da companhia na categoria teatro de Rua. E foi um sucesso na Praça do Liceu.

terça-feira, abril 20

"Minha alma é nada depois dessa história" no I Festival de Teatro Aberto de Campos dos Goytacazes



Dias 30 de abril às 24:00 e dia 1/05 às 17:30h. Aguardamos vocês!



O FESTIVAL SE PASSA EM ESPAÇOS não convencionais (espaços abertos quase que na maioria das vezes). A intenção é fazer com que os artistas explorem e interajam com a cidade, suas praças, seus casarões históricos, seu rio. Isto faz parte de uma proposta mais ampla da ong organizadora do evento, de valorizar o patriminio histórico da cidade. Entendemos que através da arte nestes espaços, fazemos com que o cidadão modifique o seu olhar, a sua relação de afeto com a sua cidade.Temos a praça central, a Praça do Liceu com vários casarões serão utilizados,o Jardim São Benedito e até mesmo a margem do rio será utilizado.

segunda-feira, abril 19

Ensaio aberto de Genet - Os Anjos devem morrer - Novo espetáculo dos Ciclomáticos



Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e Os Ciclomáticos Companhia de Teatro apresentam

o novo espetáculo da Companhia




GENET - Os Anjos devem morrer

Com texto e direção de Ribamar Ribeiro



Sinopse:

Um cabaré-teatro decadente. Madame, Divina, Mignon, Mimosa III, Nossa Senhora das Flores e Genet. Um suspense sórdido onde todos querem ser Madame. Madame não tem sexo, madame não tem cor, madame não tem idade. Todos são como anjos. E os anjos devem morrer. Uma trama biográfica ficcional sobre o universo de Jean Genet, pela visão do diretor e dramaturgo Ribamar Ribeiro. Com Os Ciclomáticos Companhia de Teatro.




Ensaios abertos nos dias 24 e 25 de abril às 20h no Teatro Armando Gonzaga Avenida General Oswaldo Cordeiro de Farias 551, em Marechal Hermes.

Ingresso: 6,00

quinta-feira, março 18

Sobre Mentiras e Segredos na Bahia



Sobre Mentiras e Segredos se apresenta neste final de semana em Salvador nos dia 20 às 20h e 21 de março às 17h. E também a Oficina "A Construção do Ator" ministrada por Ribamar Ribeiro de 9 às 12h no dia 21. Quem estiver passando por lá e puder dar uma olhadinha!



CENTRO CULTURAL PLATAFORMA
Praça São Brás - s/n - Plataforma - Salvador - Bahia
40.710- 530 Tel 3117 8103 / 8106 - Fax 3117 8104


Fonte: http://www.cooperativabaianadeteatro.com.br/

Em breve informações sobre o 17º Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo em Florianópolis. Sobre Mentiras e Segredos foi selecionado e se apresentará no dia 15 de maio. Aguardem!

quarta-feira, março 17

Antes que o Galo Cante no Trianon



Foi um sucesso a apresentação de Antes que o galo Cante no Teatro Trianon em Campos dos Goytacazes. O espetáculo foi lindo e gostaríamos de agradecer a Prefeitura de Campos e A Secretaria de Cultura do Governo do Estado, principalmente o querido Cacá pelo apoio e suporte para a Companhia. Muito agradecido ao grande público que foi nos assistir!!!! Valeu, Ciclomáticos!!