quinta-feira, outubro 23

FENTEPP

15º Fentepp deve reunir 30 mil pessoas em nove dias

Fomentar a produção cênica, difundir e divulgar a arte. Com essa intenção, tem início na próxima sexta-feira e segue até o dia 27 deste mês, a 15ª edição do Festival Nacional de Teatro de Presidente Prudente (Fentepp). Serão 35 espetáculos encenados por 34 companhias e grupos teatrais de nove Estados brasileiros (Santa Catarina, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Goiás e Minas Gerais), totalizando 53 apresentações em oito espaços diferentes. A expectativa, segundo a organização, é que pelo menos 30 mil pessoas prestigiem a programação, nos nove dias do evento.
Conforme adianta o coordenador do Fentepp, Denílson Biguete, o festival contará com mostras diferentes para adultos e crianças, apresentadas nas ruas e espaços alternativos, atividades formativas e mostra prudentina. Entre os palcos, estão as instalações do Sesc Thermas, Picadeiro do Ana Jacinta, Centro Integrado de Informações, Centro Cultural Matarazzo, Instituto Brasileiro do Café (IBC), ruas e praças, além dos teatros César Cava e Municipal.
O Fentepp 2008, uma realização da Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com o Sesc de São Paulo e a Secretaria de Estado da Cultura, com apoio da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e Associação Paulista dos Amigos da Arte (APPA), é um dos maiores festivais de teatro nesse formato no País. “É a possibilidade de Prudente e região estarem voltados para as artes cênicas. A qualidade do evento está acima dos realizados até hoje. Considero o melhor”, destaca Biguete.
Além das apresentações, há discussão de teatro com profissionais destinados a pessoas que trabalham com a arte. “Nas últimas três edições, há debates dessa forma com os artistas e também na intenção de formar espectadores de teatro. Discussão de produção também ocorre com especialistas prudentinos. É uma interação, um intercâmbio de idéias, pois é um festival para ver e ser visto”, acrescenta.
Segundo ressalta, o festival visa incentivar a produção das artes cênicas, promover o intercâmbio entre artistas, produtores e público, destacando talentos e manifestações culturais de todo o País. “Prudente já é referência nesse festival. Isso é positivo para o município”, frisa o coordenador.
Em 2007, 18 mil pessoas assistiram 40 grupos e 68 apresentações. “Esse ano, o número de espetáculos e companhias está enxuto. Porém, afirmo que o evento vem com mais qualidade quando comparado ao ano passado. Tem a presença de especialistas importantes, o que proporciona um equilíbrio ao festival”, opina Biguete, afirmando que boa parte das companhias é reconhecida nacional e internacionalmente. Teremos mais espetáculos nas ruas. A arte vai até o povo. Esse é mais um motivo para eu ressaltar a qualidade do Fentepp 2008”, salienta.

Sesc
Para Biguete, a vinda do Sesc Thermas para Prudente representa um marco na história cultural da cidade. “É um momento ímpar na categoria. A instituição proporciona conhecimento, além de se envolver com o compromisso de expandir a cultura. O Sesc auxilia na formação de platéia, pois tem um projeto contínuo dentro da cultura, o que cria hábito na população”, declara.

Grupos
Nos nove dias de espetáculo, as companhias e as peças participantes são: São Jorge de Variedades (São Paulo/SP), com a peça O Santo Guerreiro e o Herói Desajustado; La Mímima (São Paulo/SP) - A Noite dos Palhaços Mudos; Trupe Sinhá Zózima (São Paulo/SP) - Cordel do Amor Sem Fim; Grupo de Teatro Arte & Fatos (Goiânia/GO) - Balada de Um Palhaço; Grupo Mênades & Sátiros Cia de Teatro (Presidente Prudente/SP) - Mal Secreto; Grupo Troupp Pas DArgent (Rio de Janeiro/RJ) - Cidade das Donzelas; Do Abração (Curitiba/PR) – Sonho de Uma Noite de Verão; Garimparisos (Presidente Prudente/SP) – A Espera de Valentina; T.O.U (Londrina/PR) – Conquanto Sonho; Ensaio (São Paulo/SP) – Três Estações; Do Abração (Curitiba/PR) – Estórias Brincantes de Muitas Mainhas; Grupo Parafornalha: Coletivo de Criadores (São Paulo/SP) – A Comédia da Esposa Muda; Teatro Infantil Prudenpax (Presidente Prudente/SP) – Os Três Porquinhos; Máscara de Teatro (Mossoró/RN) – Deus Danado; Teatro Independente (Rio de Janeiro/RJ) – Cachorro; Circo de Bonecos (Salto/SP) – O Vôo: A Viagem de Teço-Teco; Brava Cia (São Paulo/SP) – A Brava; Teatro do Alfinete (Presidente Prudente/SP) – Quixote: Uma Aventura Muito Louca; Grupo Sutil Ato (Núcleo Bandeirantes/DF) – Dunas; Estrela DAlva de Teatro (Santo André/SP) – A Hora da Estrela; Eboka (São Paulo/SP) – Pequenas Áfricas Brasis; Grupo Oigalê Cooperativa de Artistas Teatrais (Porto Alegre/RS) – Miséria Servidor de Dois Estancieiros; Manicômicos (São João Del Rei/MG) – Rosa Flor; Parlapatões Patifes e Paspalhões (São Paulo/SP) – A Vaca de Nariz Sutil; Núcleo EntreLinhas de Teatro (São Paulo/SP) – Os Meninos e as Pedras; Grupo Mariza Basso Teatro de Formas Animadas (Bauru/SP) – O Sítio dos Objetos; Circo Teatro Rosa dos Ventos (Presidente Prudente/SP) – O Cortejo; Os Ciclomáticos (Rio de Janeiro/RJ) – A Corrente de Eléia; Carona de Teatro (Blumenau/SC) – Volúpia; Cia. Falbalá da Cooperativa Paulista de Teatro (São Paulo/SP) – Zé Mané, Primazé e Outro Zé; Teatro Porão (Rio de Janeiro/RJ) – Mentirosos; Lume Teatro (Campinas/SP) – Café com Queijo; Núcleo Hana (São Paulo/SP) – Oversized; Grupo Cirquinho do Revirado (Criciúma/SC) – O Contra Regra; e Razões Inversas (São Paulo/SP) – Agreste.

Nenhum comentário: